Evangelho orado – Quarta-feira da XXX Semana do Tempo Comum

Evangelho orado – Quarta-feira da XXX Semana do Tempo Comum

26 de Outubro de 2022
Quarta-feira da XXX Semana do Tempo Comum
Texto Orante: Teresa Gárriz, OCD

Motivação

Começo meu momento de oração invocando ao Espírito inspirador da Palavra que vou escutar. Lhe chamo e lhe abro meu coração.
Não se trata de ter grandes pensamentos nem ideias. Não se trata de fazer, mas de ir aprendendo a deixar-se fazer por Ele. De acolher sua Palavra, seja qual seja.
Hoje, de novo nos desconcerta a exigência de sua Palavra. Nos fala de porta estreita, de esforço, de pranto e ranger de dentes, de últimos que serão primeiros, e primeiros últimos….
Senhor, faça-nos acolher tua Palavra com carinho e confiança.

Evangelho de São Lucas 13, 22-30

Naquele tempo, Jesus atravessava cidades e povoados, ensinando e prosseguindo o caminho para Jerusalém. Alguém lhe perguntou: “Senhor, é verdade que são poucos os que se salvam?” Jesus respondeu: “Fazei todo esforço possível para entrar pela porta estreita. Porque eu vos digo que muitos tentarão entrar e não conseguirão. Uma vez que o dono da casa se levantar e fechar a porta, vós, do lado de fora, começareis a bater, dizendo: ‘Senhor, abre-nos a porta!’ Ele responderá: ‘Não sei de onde sois’. Então começareis a dizer: ‘Nós comemos e bebemos diante de ti, e tu ensinaste em nossas praças!’ Ele, porém, responderá: ‘Não sei de onde sois. Afastai-vos de mim todos vós que praticais a injustiça!’ Ali haverá choro e ranger de dentes, quando virdes Abraão, Isaac e Jacó, junto com todos os profetas, no Reino de Deus e vós, porém, sendo lançados fora. Virão homens do oriente e do ocidente, do norte e do sul, e tomarão lugar à mesa no Reino de Deus. E assim há últimos que serão primeiros e primeiros que serão últimos”.

Comentário Orante

Jesus vai caminhando até Jerusalém, mas não como um peregrino, mais como um Mestre, ia “ensinando”. Alguns fariseus criticam sua mensagem pensando que os levará a um relaxamento religioso. Alguém lhe faz uma pergunta sobre quantos se salvarão… Jesus não responde diretamente porque o importante não é o número. O importante é saber a atitude que é preciso ter. E Jesus com sua resposta corta as suspeitas do relaxamento religioso. Jesus não rebaixa suas exigências: necessitamos esforçar-nos. Ninguém alcança na vida uma meta valiosa sem renúncia e sacrifício.
Mas para entender bem a porta estreita temos que lembrar que Jesus mesmo é a porta: “Eu sou a porta; se alguém entra por mim se salvará” (Jo 10,9). Entrar pela porta estreita é seguir Jesus, aprender a viver como Ele, tomar sua cruz e confiar no Pai. Sabendo que esta porta está sempre aberta ao perdão de Jesus. Sem renúncia não se ganha nem esta vida nem a eterna.
Jesus não quer rigorismo estreito. Nos chama à radicalidade, nos convida a mudar a orientação do coração priorizando o amor a Deus e aos irmãos.

Palavra dos Místicos

Nos diz Santa Teresinha em uma de suas cartas:

«Tenho a confiança de que não vou estar inativa no céu. Meu desejo é continuar trabalhando pela Igreja e pelas almas. Assim peço ao Senhor, e estou segura de que vai me escutar(…)
O que me atrai até a pátria do céu é a chamada do Senhor, e a esperança de poder amar-lhe por fim tanto como tenho desejado, e o pensamento de que poderei fazer-lhe amar por uma multidão de almas que o bendirão eternamente».

(Carta 254, ao P Roulland, Carmelo de Lisieux 14 de julho de 1897)

Oração

Senhor,
hoje me pedes um comportamento
exigente e responsável.
Quero seguir-te, e quero que seja o amor
o motor de minha vida, como o foi para ti.
Ajuda-me a esforçar-me para viver unido a ti,
para viver fielmente o amor,
para viver com sentido de solidariedade
e não como escravo do bem-estar.
Se esta é a estreiteza da porta que nos falas,
também me atrai sua beleza.
Se, tu és a porta,
e ainda que às vezes me pareça estreita,
quero entrar sabendo que me esperas
estendendo-me a mão.

Teresa Gárriz, OCD

Tradução livre do App Evangelio Orado oferecido por Carmelitas Descalços Província Ibérica

 

 

Tradução e montagem: Ciça de São João da Cruz, OCDS

Referência:
• – Imagens disponíveis na WEB

Post a Comment